Quarenta e dois por cento dos candidatos do Enem não têm computador em casa

19/05/2020

Quase metade (42,36%) dos candidatos do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), principal meio de acesso ao ensino superior no país, não têm computador em casa.

Em estados das regiões norte e nordeste, esse índice é ainda pior e pode chegar a quase 70%. Em um cenário em que escolas e cursinhos não têm aulas presenciais por causa da Covid-19, o quadro é preocupante para aqueles que vão disputar vagas e pode acirrar desigualdades.

A prova acontece nos dias 1º e 8 de novembro (provas presenciais) e 22 e 29 de novembro (provas digitais).

As inscrições para o maior exame do país foram abertas na terça-feira, 12 de maio. Segundo balanço divulgado pelo Ministério da Educação (MEC), já há mais de 2,3 milhões de inscritos.

As informações foram compiladas pela CNN a partir dos microdados mais recentes do Enem disponíveis no site do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Anísio Teixeira (Inep), órgão vinculado ao Ministério da Educação e responsável pelo exame, da edição de 2018 do exame. Os números foram semelhantes em edições anteriores.

A situação

A situação é mais grave nos estados do Maranhão (67,6%), Pará (66,51%), Amapá (66%), Acre (62,99%), Amazonas (61,42%), Piauí (60,55%) e Ceará (60,11%).

Chama a atenção a disparidade de acesso no país, já que alguns estados do Sul e Sudeste registram menos da metade desses índices.

Em Santa Catarina, em melhor situação, 26,05% não tinham computador em casa. Em São Paulo, que registra a maior quantidade de candidatos no país, o índice é o segundo menor, 27,82%.

Os dados revelam ainda que um em cada quatro candidatos não tinham nem mesmo acesso à internet, o que pode dificultar acesso a conteúdos até mesmo pelo celular. A desigualdade, novamente, é destaque: no Pará, mais da metade (54,82%) dos candidatos não tinham o acesso. Em Santa Catarina, 10,27% e em São Paulo, 13,05%.

Foi realizado ainda um terceiro recorte, de candidatos que não tinham nenhum aparelho de celular em casa, todavia este número é baixo em todos os estados – o mais alto foi no Ceará, com 4,68% dos candidatos, e 1,07% em Santa Catarina.

Entidades como a União Nacional dos Estudantes (UNE) e União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES) tentam, por via judicial, adiar o exame, por causa dos impactos da pandemia do coronavírus. O pedido foi negado por um ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) na quarta-feira, 13 de maio.

O presidente Jair Bolsonaro chegou a afirmar que pode adiar "um pouco" o exame, mas que este deve ser feito em 2020.

Prova digital

O exame deste ano traz duas modalidades de prova: o formato impresso (com aplicação prevista em 1º e 8 de novembro) e digital (nos dias 22 e 29 de novembro). A escolha pela prova impressa ou digital foi feita na inscrição e não poderá ser alterada. 

A estrutura dos dois exames será a mesma. Serão aplicadas quatro provas objetivas, que incluem 45 questões cada uma, além da redação em língua portuguesa.

Segundo o Inep, a implantação do Enem digital será progressiva até 2026 e atenderá até 100 mil candidatos neste primeiro ano. 

Inscrições até 22 de maio

As inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 seguem até 22 de maio.

Para se inscrever, os candidatos devem fazer o cadastro no site oficial da prova dentro do prazo, com o preenchimento de um formulário e – no caso de alunos sem isenção – o pagamento da taxa de inscrição, que neste ano custa R$ 85 e deve ser paga entre 11 e 28 de maio, em agências bancárias, casas lotéricas e correios.

ENEMEX é a melhor plataforma em tua preparação...

Quer mais conteúdo?

Visite: www.enemex.com.br/blog

Fonte: CNN Brasil

Escreva para nós!  Mande sugestões!  E-mail: comunicacao@enemex.com.br

#aescolapúblicaprecisadevocê

Notícias mais lidas

Filha e pai faxineiro são aprovados juntos na Universidade Federal do Ceará

Imagem noticia mais lida

“Já me considero um grande vitorioso, em chegar até aqui”

Hoje médica, filha de gari recebe primeiro salário e começa a ajudar o pai

Imagem noticia mais lida

A jovem faz residência em clínica médica e vai se especializar em gastroenteorologia

Chega a São Paulo a École 42, escola francesa que ensina programação sem cobrar nada

Imagem noticia mais lida

"Queremos formar profissionais para se tornarem líderes na área digital no Brasil"

Google recruta estudantes de todos os cursos para estágio em São Paulo

Imagem noticia mais lida

O Google vai dar ajuda de custo para quem precisar se mudar de cidade

Programa Jovens Embaixadores abre inscrições para Ensino Médio

Imagem noticia mais lida

Direcionado a jovens de 15 a 18 anos que estejam cursando o Ensino Médio na rede pública.