A vírgula representa uma breve pausa na fala, mas há algumas situações em que ela sempre é usada para isolar ou separar alguns termos em uma oração:

 

  • Termos com a mesma função sintática.

Ex.: O aluno se desafiou, leu, estudou e passou no vestibular.

(Neste caso, a vírgula separa os verbos.)

  • Termos antecipados em orações de ordem indireta ou inversa.

Ex.: Com o ENEMEX, eu estudei o ano todo!

(Na ordem direta, ficaria “Eu estudei o ano todo com o ENEMEX!”)

  • Orações adjetivas explicativas.

Ex.: Os alunos, que estudaram com o ENEMEX, conseguiram muitas aprovações!

  • Conjunções ou conectivos explicativos;

Ex.: Estudei com o ENEMEX, isto é, consegui minha vaga na universidade!

  • Vocativo.

Ex.: Com o ENEMEX, meu querido, você vai mais longe!

  • Aposto.

Ex.: Francisco, estudante do ENEMEX, conseguiu a anota mil na redação do ENEM.

  • Nomes e datas.

Ex.: Porto Alegre, 26 de setembro de 1936.

Atenção: nunca utilize a vírgula para separar o sujeito do predicado, mesmo que o sujeito seja longo.

Ex.: Os alunos das melhores escolas do Estado de São Paulo tiraram notas altas no ENEM porque estudaram com o ENEMEX.