Competências avaliadas

  1. Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita.

Para se dar bem nessa competência, é preciso obedecer às regras gramaticais, ter precisão na escolha das palavras e não apresentar marcas de oralidade nem do registro informal da língua.

  1. Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Nessa competência, é preciso compreender o tema e desenvolver uma tese sobre este tema. É necessário também compreender a estrutura do texto dissertativo-argumentativo, composto da tese, da argumentação usada na defesa da tese e da conclusão.

  1. Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

As informações, os fatos, as opiniões e os argumentos que compõem o texto devem ser apresentados de forma nítida, com inteligência, consistência, coerência e ideias articuladas.

  1. Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

As frases e os parágrafos devem ser estruturados para que as ideias do texto sejam bem articuladas. Para isso, é necessário conhecer e dominar os recursos coesivos da língua.

  1. Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Na redação do ENEM, é preciso elaborar uma proposta que busque solucionar ou amenizar o problema abordado e que contemple os pontos abordados ao longo da argumentação. Importante: o desrespeito aos direitos humanos e a diversidade cultural ZERA a nota da prova de redação.