ENEMEX recomenda o filme O Jogo da Imitação

(Maristela do Valle_ENEMEX_Cultura geral)

Enquanto os judeus eram jogados em campos de concentração, os soldados arriscavam suas vidas e grande parte da população passava fome durante a Segunda Guerra Mundial, um grupo de matemáticos britânicos tentava decifrar os códigos enviados todos os dias pelos alemães aos campos de batalha, com o objetivo de neutralizar suas ações. Assim pode ser resumido rapidamente O Jogo da Imitação; mas seria injusto dizer tão pouco sobre um filme que nos diz tanto.

A película revela segredos do governo britânico que ficaram desconhecidos por mais de 50 anos, incluindo discutíveis técnicas de espionagem. Também mostra o retrato social de uma época em que os gêneros eram muito bem definidos: as mulheres eram educadas para casar, o homossexualismo era proibido por lei, determinadas profissões não podiam ser exercidas pelas moças.

Os conflitos psicológicos de um dos mais destacados matemáticos da época, Alan Turing, os bastidores do nascimento da computação moderna, com a escolha da linguagem binária, e vários fatos históricos da Segunda Guerra Mundial são outros aspectos abordados pelo comovente filme, ganhador do Oscar de Melhor Roteiro Adaptado em 2015. Dirigido pelo norueguês Morten Tyldum, O Jogo da Imitação concorreu naquele ano a oito estatuetas, incluindo a de melhor ator para o protagonista, vivido por Benedict Cumberbatch, o de melhor diretor e o de melhor filme. Trata-se de uma boa oportunidade de se preparar para o ENEM e os vestibulares em geral, tendo contato com História, Sociologia, Matemática, Geografia… O filme está disponível no Netflix.